Peripécias RPGisticas 1: O matador de Quimeras

Então você curte RPG? Então você sabe que vez ou outra os jogadores fazem, bem... Certas ações ou peripécias que são dificeis de explicar, e é isso que nós iremos fazer para vocês. Claro, vamos fazer vocês rirem também.

INTRODUÇÃO:

 Uma legião táurica, ao tentar anexar mais uma cidadela aos seus domínios durante a invasão de Petrynia, se depara com um grupo de rebeldes.

Os rebeldes conheciam as fraquezas da legião, como o medo de altura, a forma honrada de lutar e suas táticas militares. Estavam, então, lutando a partir dos telhados e espaços apertados, onde a legião não os alcançava.

O capitão da legião, ao perceber que os rebeldes estavam matando muitos dos soldados com facilidade, decide usar a arma secreta para tentar abater os rebeldes.

MESTRE: Os minotauros se afastam dos arredores e cessam o ataque contra vocês.

JOGADOR: Estranho…. Eu me aproveito que estou no telhado mais alto e rolo um observar pra ver o que está acontecendo.

MESTRE: Você vê ao longe uma criatura alada de três cabeças, que você reconhece como sendo uma quimera (sucesso no teste de conhecimento natureza), seguindo na direção do clérigo e do bárbaro do seu grupo.

JOGADOR: Eu aviso os dois que a quimera está se aproximando e que eles devem se preparar. Preparo-me também. Fico deitado para dar mais estabilidade ao tiro da besta, preparo uma ação de ataque na quimera assim que houver uma linha de tiro e fico mirando até o momento correto para atirar.

MESTRE: A quimera se aproxima e faz um ataque de investida aérea contra o clérigo e o bárbaro. Mesmo tomando um ataque de oportunidade do bárbaro, ela consegue desferir seus Três ataques: dois contra o clérigo e um contra o bárbaro. Após o ataque, a quimera pousa para continuar a luta.

JOGADOR: Opa! A quimera entra na minha linha de visão, então eu disparo com minha ação preparada!

MESTRE: Então rola o D20….

JOGADOR: OK…. 20 natural mestre.

MESTRE: Opa, dano crítico em vista! Rola de novo pra ver se confirma o crítico.

JOGADOR: 20 natural de novo!

MESTRE: PQP! Rola novamente pra ver se confirma o crítico letal.

JOGADOR: 18! CRÍTICO DUPLO CONFIRMADO!

RESULTADO:

Ladino halfling, com uma balestra leve e adequada para seu tamanho, dispara seu virote assassino em direção à vil criatura!

O virote, que em comparação ao tamanho da quimera seria o equivalente a um palito de dentes para um humano, estoura a primeira cabeça da quimera. O movimento do pescoço da cabeça estourada redireciona o virote que dessa vez atravessa o crânio da segunda cabeça. Com o impacto do virote a segunda cabeça se choca com a terceira, fazendo com que o virote termine sua trajetória, alojado no cérebro da terceira cabeça, matando a quimera com um único palito de dentes. Desde então, o halfling ficou conhecido como o matador de quimeras!
 

DESMEMBRANDO A PERIPÉCIA

Desmembrar a peripécia nada mais é que uma análise de regras, decisões e golpes de sorte/azar que tornaram o feito possível.

Para que você leitor entenda quais os fatores envolvidos na ação, analisaremos a “peripécia” segundo os seguintes assuntos: Manobras de Combate (segundo as regras do Sistema D20), Ações Decisivas e Sorte/Azar na Rolagem (descrição das possibilidades de efeitos especiais nas rolagens dos dados).

Tal análise serve para que você, como jogador de RPG, possa obter um feito similar em jogo ou evitar ter o mesmo fim; ou para você, que ainda quer começar a jogar, passar a entender um pouquinho das regras e da mecânica dos jogos de RPG.

Sem mais delongas, vamos ao “Desmembrando a Peripécia” do dia.

MANOBRAS USADAS:

Posição Elevada: Estar em terreno com posição superior ao da criatura adversária é uma ótima maneira de conseguir um bônus circunstancial de +1, tanto em jogadas de ataque quanto em Classe de armadura.

Deitar-se: Deitar-se em combate às vezes pode ser uma boa ideia, pois confere os seguintes bônus circunstanciais ao personagem:

  • +4 na classe de Armadura contra-ataques a distância;

  • +4 em jogadas de ataque com armas a distância disparadas com gatilho, devido à firmeza concedida ao se apoiar os braços no chão.

  • +5 nas perícias esconder-se e furtividade.

Contudo, estar deitado ou caído também pode ser ruim se o seu adversário estiver próximo, conferindo as seguintes penalidades:

  • -4 na classe de armadura contra-ataques corporais;

  • -4 em jogadas de ataque corporal ou com armas de arremesso;

  • Movimento reduzido pela metade, (se arrastando)

Preparar ação: Prepara uma ação é uma manobra onde o jogador escolhe voluntariamente não agir em seu turno, comunicando ao mestre do jogo que se uma determinada ação ocorrer, o jogador tera o direito de retomar seu turno e agir. Se o evento não ocorrer até o próximo turno do jogador, a ação preparada é perdida e, caso o evento aconteça, a vez do jogar na rodada será sempre antes da vez da criatura que de desencadeou a ação preparada.

Mirar: Manobra que possibilita que um personagem que não esteja sob nenhum tipo de ameaça direta possa passar uma ou mais rodadas mirando um ataque com uma arma de ataque a distância, conferindo um bônus circunstancial na próxima jogada de ataque do personagem.

Ataque em Investida: Um ataque em investida é uma manobra onde um personagem percorre até duas vezes seu movimento normal em linha reta em um caminho sem obstáculos e desfere um ataque corporal.

Esta manobra traz as seguintes vantagens:

  • Possibilidade de percorrer o equivalente a duas ações de movimento e ainda poder atacar no mesmo turno;

  • +2 de bônus circunstancial em jogadas de ataque corporal e no dano causado;

  • Possibilidade de converter o ataque de investida que tenha sucesso em causar dano em uma manobra de atropelar ou de encontrão.

  • Uma lança usada em um ataque de investida causa o dobro do dano normal.

Porém, devido à imprudência ao atacar, o personagem tem as seguintes penalidades:

  • -2 na classe de armadura até seu próximo turno;

  • O adversário atacado tem direito a um ataque de oportunidade que, caso obtenha sucesso em causar dano, anula a jogada de ataque do atacante.

  • Se uma lança for usada pelo adversário durante o ataque de oportunidade, ela causa o dobro do dano normal.

AÇÕES DECISIVAS:

Posição elevada: Ao tomar uma posição em um local elevado, o ladino ganhou visão de todo o campo de batalha, recebendo um bônus circunstancial na perícia observar. Além disso, devido à altura, ele poderia disparar seus virotes a uma distância maior contra alvos no nível do solo.

Observar: Ao perceber na descrição do mestre que os inimigos estavam recuando sem um motivo aparente, o ladino se aproveitou de sua posição elevada para observar o campo de batalha inimigo a procura de um motivo para tal recuo. Desta forma, ele descobriu a quimera se aproximando na direção de seus aliados e pôde se esconder e preparar seu ataque.

Avisar os colegas: Ao avisar os aliados, que não podiam ver a quimera se aproximar devido às casas nos arredores, o ladino evitou que seus colegas fossem pegos de surpresa pela criatura, e ainda permitiu que eles preparassem seus ataques de oportunidade.

SORTE/AZAR NA ROLAGEM:

Acerto Crítico Duplo Confirmado: Uma das rolagens de sorte de maior dificuldade no sistema D20. Ela acontece quando o jogador faz uma jogada de ataque contra uma criatura suscetível a ataques críticos e rola um resultado 20 do dado de 20 lados.

Ao rolar um 20 natural, o mestre solicitará uma nova rolagem, se o resultado final for superior à classe de armadura da criatura atacada, o ataque causará o dano critico especificado nas regras da arma usada pelo personagem.

Entretanto, se durante a rolagem de confirmação de crítico o jogador rolar novamente um 20 no D20 (dado de vinte lados), será solicitado a ele uma nova rolagem de confirmação de crítico. Se a segunda rolagem de confirmação superar a classe de armadura do oponente, ou for um novo 20 natural, o dano será considerado automaticamente letal, dispensando a rolagem do dano. Para efeitos visuais, a arma atinge um dos órgãos vitais primários da criatura, causando a morte instantânea da mesma.

Esta foi à peripécia da vez.

Esperamos que ela tenha sido útil, mesmo que apenas para dar algumas risadas com a frustração do mestre, que perdeu seu NPC BOSS com um único disparo de um ladino sortudo. Até a próxima peripécia rpgística.

Texto: Jonathan Matos Rosa

Ilustração: Raul Galli Alves

Comentários

Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro!

Poste o seu comentário!

Por favor, para postar o seu comentário faça log in aqui.